viernes, marzo 11, 2005

Diseño y creatividad

Ser creativo es tener la capacidad de crear algo original, si no me equivoco, la parte creativa se genera en el lado izquierdo del cerebro y al igual que la inteligencia, considero que todos tenemos la capacidad de ser creativos, unos en un grado más elevado que otros. En realidad la creatividad para mi es como un subtítulo dentro del grupo de la inteligencia.....siempre he pensado que una persona puede ser muy inteligente y no muy creativa y viceversa, auque creo en realidad que hay más probabilidad de una presencia creativa en aquellos quienes tienen una mayor inteligencia, esto así por lo siguiente, según la definición de inteligencia:Conjunto de todas las funciones que tienen por objeto el conocimiento(sensación, asociación, memoria, imaginación, entendimiento, razón, conciencia), siendo así una persona con un alto potencial de todas estas funciones, debe ser más creativa que las demás, pero en realidad no pasa de esta manera, aunque la creatividad va ligada a la inteligencia, al parecer no depende una de la otra.

Free Image Hosting at www.ImageShack.us

Voy a compartir con ustedes una pagina que me dio francis, donde podrán apreciar muchos diseños creativos, tanto de arte como de productos http://www.pushpininc.com/

24 comentarios:

alessandro dijo...

por experiencia propia te digo que estoy de acuerdo con tu teoria ya que yo soy diseñador grafico y hasta un punto creo que tengo creatividad pero en matematica siempre he sido un fracaso...

**§Ån7Ø Þ3CÅÐØ** dijo...
Este blog ha sido eliminado por un administrador de blog.
**§Ån7Ø Þ3CÅÐØ** dijo...

**§Ån7Ø Þ3CÅÐØ** dijo...
Is trueeeee...In my opinion it is more difficult to be creative than to be an intelligent person... I believe that The intelligence is acquired...The creativity borns, it grows and it dies with us...No todos la tenemos obviamente!!!
Muy bueno el link lizzie...bye see ya!!

RUFUS dijo...

La verdad es que nunca havia pensado en eso. Creo que hay algo de verdad, pueden darse todos los casos, pero creo que una persona inteligente tiene más potencial para ser creativo. Creo que los grandes genios creadores también tenían una inteligencia especial sin embargo lo contrario es más difícil, no creo que una persona sin ninguna creatividad sea muy inteligente.

salut i republika bananera

Rithelena dijo...

lizzie ya te estranaba, jeje, tienes toda la razon, en tu teoria defeinitivamente. grax por la web.

bluefile dijo...

lizzie thank for the link!!!
y también por la visita a mi blog...
mi peor es nada que hace diseño gráfico se define como un artista digital... la creatividad no tiene límites

Anónimo dijo...

contam os mais antigos em lisboa
que nas noites das fogueiras da inquisição
se podia ir ao castelo de sao jorge
ver as fogueiras e agradecer a deus tanto fogo
habitualmente ardiam judeus ,mouras e os seus descendentes,africanos da guiné e todos os outros
que nao acreditavam em deus
aos sabados era de bom tom queimar um filosofo
ou um poeta descrente
quem via do castelo contava que o ceu se iluminava de imensas cores e que o cheiro a carne queimada
nao se perdia durante dias
a gordura dos corpos corria a ferver pelas ruas
e depois de arrefecer era lambida pelos caes ,gatos e ratos.
todos estavam de acordo que havia uma estetica nas fogueiras e ,que havia artistas a queimar
os corpos lentamente , de modo a durar imenso
o prazer dantesco de ver...

lizzie González dijo...

Chicos tal vez mi teorí esté errada, pero bueno es lo que creo...a veces es bueno analizar cosas que uno nunca se ha detenido a pensar, uno mismo se sorprende.
Rufus gracias pr visitar mi blog, estoy muy de acuerdo con tu comentario...pero sería bueno que me expliques si esto que pones "salut i republika bananera" es lo que creo que es....porque de ser así, si eres de algún país tan desarrollado, deberías ser más patriotico y no esconder tu nacionalidad en el blog, de todas maneras...a pesar de tu saludo fuera de lugar...eres bienvenido a este blog.

Anónimo dijo...

eu adoro o meu pais portugal embora respeite
muito o vosso
a estetica para mim e uma questao fundamental essencial
vivemos o mundo da imagem e o nosso modo de ver o mundo mudou com a sociedade de imagem
sobre isto convem ler deleuze e talvez walter benjamim
gosto imenso das vossas duvidas porque sao as duvidas fundamentais do trempo actual
porque são as duvidas que nos podem fazer reflectir a todos
nunca tenham medo da fogueira de viver.

Anónimo dijo...

ainda sobre o design
no neu trabalho trabalho com uma excelente
designer isabel machado ela tem uma pequena empresa que ja intervem em varios dominios em portugal e alemanha
trata-se de um agrupamento que associou artistas de dois paises portugal e alemanha
estas associaçoes artisticas sao muito importantes

Anónimo dijo...

ainda sobre o design
no neu trabalho
trabalho com uma excelente
designer isabel machado ela tem uma pequena empresa que ja intervem em varios dominios em portugal e alemanha
trata-se de um agrupamento que associou artistas de dois paises portugal e alemanha
estas associaçoes artisticas sao muito importantes

Anónimo dijo...

ainda sobre o design
no neu trabalho
trabalho com uma excelente
designer isabel machado ela tem uma pequena empresa que ja intervem em varios dominios em portugal e alemanha
trata-se de um agrupamento que associou artistas de dois paises portugal e alemanha
estas associaçoes artisticas sao muito importantes

lizzie González dijo...

menino do portugal...e voce RUFUS?

PVilas dijo...

Epa, este sitio está muy bueno. Además de posts interesantes, uno termina aprendiendo un poco de otros idiomas...:P

Anónimo dijo...

nos iberoamericanos temos linguas muito
proximas
ha muitos anos nas minhas viagens
encontrei um grande poeta dominicano

que me impressionou pela sua fome cultural
eramos irmaos na ansia de ler
na vontade de sentir e comprreender
de que falava gramsci nas prisoes de mussolini
primeiro o sentir ,logo o compreender e só depois o saber
um homem-diccionario sabe imenso mas
nao sente e muitas vezes nao compreende e acaba por nao agir culturalmente
nos ibero e americanos sentimos primeiro mesmo
que nao podemos compreender
e se arte e resistir á morte (deleuze) entao
voces os artistas dominicanos sao imperialistas dos sentidos e logo ávidos de compreender e saber.
pedro acredito na sua sensibilidade como patamar
para o compreender e o agir
é neste contexto que eu vejo a estetica e especialmente ,a film-philosophie que so nos pode abrir os olhos de tanto queremos ver ..

lizzie González dijo...

Eu compreendo tudo o que você escreve, mas eu não compreendo exatamente o que você significa. Eu sei perfeitamente que pela distância que nos separam e a sociedade que nos cerca, nós temos pontos da vista e maneiras muito diferentes da arte, mas que é a razão deste mundo muito delicioso, as diferenças, as fusões.

Desculpe meu mal portugues.

Reda dijo...

crap.. ese site que posteaste es el de Seymour Chwast... buahhhhhh... el jueves pasado estuvo en R.D. dando una conferencia super discreta en apec, auspicida por la escuela de diseño de Chavon. Me quede dormida y no fui.

Anónimo dijo...

lizie
agradeço a sua tentativa de escrever em portugues
estou de acordo consigo vivam as diferenças
os contextos socio culturais sao determinantes
e as raizes e as utopias proprias de cada cultura
mas quando eu penso arte penso como um valor de resistencia(deleuze) á morte e nao so como
uma masturbação ideologica. para mim arte,com as todas as suas diferenças,é aquilo que permite á sociedade resistir á estupidificação standardizada
a´cultural fast food ao silencio absoluto da morte
cultural dos povos
para mim arte é uma espiral deambulatoria
que renasce sempre dos povos
nao conheço o seu país mas nao o vejo como
os postais das agencias de turismo
os vossos blogs dizem-me mais sobreo vosso povo que todos os postais coloridosjj

Anónimo dijo...

ainda sobre o seu português
fiquei espantado pelo rigor, parabéns
jj

lizzie González dijo...

você é direito, que nossos blogs falam mais do que nós somos, porque nós somos uma amostra significativa de que há aqui, o postal e uma amostra do ideaológica... mas tudo o que você o vê no postal realmente existe, no fato único que exista em um mundo paralelo à realidade, lembre que uma das entradas principais do dinheiro a meu país é o turismo.

Você não respondido se você fosse RUFUS, esse que escreveu acima.

lizzie González dijo...

Reda gracias por la info, ese site me lo dio un amigo (francis) y la verdad es que no deja de ser interesante

Anónimo dijo...

penso que foi muito deleuziana ao escrever
nos somos tambem os nossos postais
no image-mouvement de deleuze
encontramos algo parecido
é neste espírito
que portugal é tambem turismo
e a economia portuguesa eh cada vez mais turismo
e as imagens de wim wenders em lisbon story
trouxeram-nos turistas ávidos de ficarem
dentro das imagens agora reproduzidas como diria walter benjamin
como imagens de culto para familares e amigos
criando desejos e expectativas
tivemos tambem uma revoluçao antifacista
leia saramago ou jose cardoso pires
com cravos e sem tiros
e isso criou mais expectativas que nao conseguimos consolidar
mas ficaram as imagens e as imagens
tambem somos nos
nao sei se conhece waburg
quando escrevi deleuziana tambem pensei
em waburg
penso que waburg gostaria de ter estudado os blogs,,,,

Anónimo dijo...

sobre rufus nada posso dizer
imagino-o um catalan
e tenho um amigo catalao que adoro jj

Anónimo dijo...

ainda sobre abi waburg
hoje cada vez mais se estuda abi waburg
exactamente abi waburg influenciou
toda a arte europeia
é muito interessante pensar que adorno e abi
waburg tomavam café na mesma pastelaria
de frankfurt
adorno adorava os pasteis que podemos comer ainda hoje no mesmo recanto
eu estive lá com o meu amigo o compositor
alemão christoph korn que conheci em lisboa
christoph fez musica para os filmes de christine reeh e estivemos lá os tres na esplanada de adorno
a comer os pastéis a discutir uma instalação que
christoph tinha no metro de frankfurt e a comunicar
sobre waburg,
ali perto fica a universidade onde adorno foi
professo
r.sempre me impressionou muito que fosse adorno a fazer o prefacio da obra de walter benjamim embora ideologicamente fossem tão diferentes,o exilio tema permanente de adorno
não os desligou e sempre foram amigos.Para mim waburg que e uma referencia para tarkovsky e os seus filmes tem essa paixão pelo universo estetico
com todos os seus objectos,uma paixão similar á de walter benjamim pela filosofia e cinema ou mais tarde de deleuze.
o odio de walter benjamim ao nazismo que o leva ao suicidio quando hitler ocupa paris e que nos fez perder tantos trabalhos era igual ao de adorno ao nazismo,ambos exilados sofreram
imenso.
quando eu christine e christoph comiamos
os pastéis de adorno o fantasma de abi waburg
estava por la estou seguro....
nesse dia falámos tambem na america latina
.christoph viveu
como franciscano no brasil onde trabalhou com crianças de rua e eu e christine tinhamos ido ao
funeral de guevara em santa clara.
no escritorio de guevara,na sua casa em havana,a familia mostrou-nos o poema de neruda que guevara deixou ,num livro aberto no seu escritorio.
lemos o poema de lagrimas nos olhos.
antes de partir para a bolivia ernesto deixara aquele poema de neruda,um objecto de abi waburg aos seus filhos.
a imagem daquele livro aberto na mesa de ernesto,
o pastel de adorno em frankfurt,os livros perdidos de walter benjamim, os blogs de pedro vilas, tudo sao vias para a reflexão para o crescer dos povos...